Gravatas e moldura, ternos que nos couberam

segunda-feira, 15 de março de 2010

2. A Cultura Interfere o Plano Biológico

Livro: "Cultura: um conceito antropológico" - Roque de Barros Laraia
pág. 75
Neste capítulo, Laraia (2009) explica como o indivíduo agrega a cultura a própria vida, a ponto do mesmo não se imaginar vivendo sem os princípios valores, rituais, entre outras características determinadas por ela.
Um exemplo abordado por ele é o dos africanos, que foram retirados a força de sua terra, sendo obrigados a se distanciar de seu povo e de sua cultura.
Laraia (2009) explica que a cultura pode influenciar no biológico a ponto de gerar estudos sobre as chamadas doenças psicossomáticas. Ele exemplifica a crença sobre a mistura de manga e leite fazer mal, mesmo hoje sendo comprovado o contrário, diz que é provável que quem assim crer ingerir a mistura, provavelmente se sentirá mal. Trata-se do psicológico do indivíduo interferindo no biológico, onde essa crença desta pessoa é uma manifestação cultural (LARAIA, 2009).
A cultura não capaz somente de “provocar” uma enfermidade, mas também a cura, segundo o autor (LARAIA, 2009), ele justifica a afirmação com base na fé em relação à eficácia de um determinado remédio, ritual ou procedimento.






Nenhum comentário:

Postar um comentário